Carrinho Vazio
 Rua Des. Freitas, 1026 - Centro. Teresina-PI
(86) 3305-5130 . 3081-2287
(86) 99442-6975 . 99863-9511 . 98136-8945


O cultivo e o mercado da melancia

 

 

 

 

 

 

O que é

  •  
  • Nome popular da fruta: Melancia.
  • Nome científico: Citrullus lanatus (Thumb.) Matsum. & Nakai.
  • Origem: Norte da África.

Fruto

Arredondado ou alongado, de casca lisa, verde ou rajada por manchas amareladas. Polpa abundante que varia de cor branco-rósea, amarelada, avermelhada ou purpúrea.

O peso pode variar entre 10 e 20 Kg. As sementes chatas, negras e lisas são desordenadamente dispersas em toda a grande polpa.

Planta

  •  
  •  

A planta é uma herbácea anual de caule rasteiro e ramificado. As folhas são ovais, apresentando estruturas em espiral presas ao caule, denominadas "gavinhas".

As flores são pequenas, de coloração amarelo-esverdeada.

A melancia pertence à família das Cucurbitáceas, a mesma do pepino, da abóbora e do chuchu.

O pólen da melancia, como a maioria das cucurbitáceas, é pegajoso, o que impede que seja levado pelo vento, sendo abelhas e vespas responsáveis pela polinização.

Cultivo

  •  
  •  

Existem disponíveis para o produtor variedades e híbridos de melancia adaptados às mais diversas condições de produção no país.

A primeira etapa é identificar quais são recomendadas para sua condição, em função das preferências do mercado consumidor.

Os híbridos apresentam vantagens sobre os cultivares tradicionais, como plantas mais vigorosas e resistentes a maior número de doenças, ciclo precoce para a colheita, quantidade elevada de flores femininas e produção de grande número de frutos por área e com melhor qualidade.

O tempo desde a floração até a colheita varia de 40 a 45 dias A colheita é feita entre 80 a 100 dias após plantio. A produtividade da cultura varia de 20 a 40 t/ha.

Usos e Mercado

  •  

Usos

A melancia tem basicamente como destino o mercado “in natura”. Pode ser utilizada na fabricação de sorvetes e outras sobremesas, mas não há escala industrial no país.
 

Mercado

Peculiarmente, o cultivo de melancia é considerado uma atividade de risco elevado, devido a sazonalidade nos preços recebidos pelo produtor e aos problemas agronômicos da cultura, como a incidência de diversas pragas e doenças e a baixa produtividade, muitas vezes relacionada ao manejo inadequado da irrigação e adubação.

 

 

 

 

 

 



Fonte: SEBRAE